Conheci a Trash 80’s no final de 2003, a convite de uma amiga. Minha primeira reação não foi das melhores, pois cheguei perto de meia-noite e fui recebido por uma drag tresloucada (acho que já era a Janeyde). Ao entrar, fiquei com uma má impressão. A casa estava vazia, o lugar era meio escuro, ambiente pesado, música calma tocando baixo.

De repente, começou a entrar gente, sabe Deus de onde, e meus amigos e eu decidimos descer para pista, para garantir um lugar para dançar. Foi quando começou: “Todos batendo palmas, isso é Tremendo…”

Aquilo quase me enfartou e eu fiquei mais assustado ainda!

Depois, na seqüência, tocou Menudo, Xuxa, Trem da Alegria, etc. Bom, acho desnecessário dizer que com Menudo eu já estava me matando de dançar na pista! Mas, infelizmente, nessa noite ocorreu um problema com uma das minhas amigas e tivemos que sair mais cedo, sem aproveitar a noite que prometia ser tudo de bom.

Fiquei afastado, curtindo outras coisas, até janeiro de 2005, quando conheci o Valdeli pelo orkut e ele começou a me chamar pra voltar à Trash.

Minha volta foi espetacular, pois neste dia, já na entrada, conheci Anelise, Eliz Bombom, Kátia e Fabi Ribeiro. Somente pessoas fabulosas, que, juntamente com o Valdeli, me proporcionaram uma noite de surto e alegria!

Alegria multiplicada por mil assim que vi subir ao palco, pra uma performance hilária, o DJ Tonyy acompanhado por Anelise, de “bombomzete” e Eliz Bombom de “cacto dançante”. Foi a cena mais engraçada que já vi na Trash.

Depois deste dia, meu círculo de amizades só fez aumentar, cada vez com pessoas mais fantásticas!

O que a Trash 80’s mudou na minha vida?

Aprendi a respeitar a diversidade sexual, coisa de que sempre falava que não tinha nada contra, mas com que evitava conviver! Hoje, digo com orgulho: SOU TRASHER. Luto pela casa, defendo sua bandeira e seu estilo! Ser trasher virou estilo de vida pra mim!

Ícones que marcaram minha infância:
Sergio Mallandro
Xuxa
Fofão
Bozo
Chaves
Indiana Jones

Brinquedos:
Genius
Aquaplay
Master
W.A.R

Músicas:
“Another Brick In The Wall” – Pink Floyd
“Alô, Alô Marciano” – Elis Regina
“Admirável Gado Novo” – Zé Ramalho
E todas as músicas infantis do Trem da Alegria, Balão Mágico, Xuxa, etc.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente