Já fui decoradora, DJ, maquiadora, produtora de tudo na festa.

Freqüento a Trash desde abril de 2003. Cheguei aqui pelo Tonyy e a minha primeira vez foi no Carnaval Kitsch, que aconteceu no Teatro Oficina, onde eu era maquiadora e o Cris diretor de cena. Nem preciso dizer que o Mariposinha ficou encantada, né? Depois disso viramos freqüentadores assíduos.

Meu primeiro feito foi a camiseta de um ano de aniversário da festa, que dei de presente para o Tonyy e o Eneas.

Depois, em meados de setembro, Adriana Spaca e Eneas Neto resolveram que seriam Barbie e Ken, e lá estava eu, envolvida na produção do figurino e na maquiagem dos caricatos. Nesse mesmo dia, tivemos a idéia de fazer a Trash Bailinho e eu e Cris Mariposinha fizemos nossa primeira decoração.

Cuidei junto com Eneas e Tonyy da produção da Trash Halloween de 2003. Daí pra frente não parei mais. Trash Globo de Ouro, Chacrinha, Especial de Natal e assim por diante.

Em janeiro recebi o convite oficial para cuidar das decorações da Trash. Ainda trabalhava numa agência de maquiagem com o Jottinha e o André Gagliardo.

Aí não teve mais jeito! A festa foi me absorvendo e em julho do ano passado vim oficialmente cuidar de parte de produção e decoração da festa.

O mais engraçado é que me sinto nos tempos do colegial, em que chamávamos as pessoas que tinham o mesmo nome pelo nome e sobrenome, como por exemplo minha companheira de aventuras Ligia Helena. Além de ter a sensação de que Adriana Spaca e Manny Curi são de turmas anteriores a minha.

Nada fácil ter Eneas e Tonyy como professores, hmm?

Além disso tudo, tenho dentro da Trash alguns grandes amigos que tenho certeza que vou levar para a vida toda.

O mais chic são as coreografias que a gente cria e o povo que topa qualquer caricatice pra divertir as mais de 1500 pessoas que passam lá por fim de semana.

Acho que encontrei o equilíbrio: trabalho (e muito!) e lazer num mesmo lugar!

É isso

Muá

Chiara

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente