Sou Paulinho, conheci a Trash através da Brendinha, a famosa “Darlene”(quando a Paulinha vê a Darlene ela corre como uma louca). Fui à festa meio desconfiado, achei que talvez não fosse gostar do ambiente ou das músicas,mas logo que cheguei fui contagiado pela alegria, pela diversão e pelo clima de amizade que todos transmitem. Neste dia me acabei de tanto dançar,
tive de ser arrastado na hora de ir embora!

Quando vou à Trash tudo de ruim fica do lado de fora, volto a ser criança, fico realmente bem e muito alegre. Desde aquele abençoado dia nunca mais parei de ir à Trash, foram poucos os finais de semana que não fui, e hoje já me considero um trasher, pois adoro a festa de paixão, sei as coreografias dos maiores sucessos, fiz muitos amigos e alguns rolos.

Todo começo de semana eu e meus amigos trashers planejamos o que fazer no próximo fim de semana, e já virou uma tradição: a Trash está na nossa agenda, de preferência na sexta e no sábado.
Bom, a Trash é isto: mistura de amigos, respeito, diversão, inocência, malícia e muita alegria de viver.

Beijos
Paulinho

Músicas: “Oh L’amour”, “Tremendo”, “Se Namora”, “Thundercats”.

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente