Por Trash 80´s
4/11/2003 Edna, Cacaia, Deia e AnaluO grupo Menudo foi criado em 1977 e fez um sucesso absurdo do início dos anos 80. Roy Rosselló, Robby Rosa, Ricky Martin, Charlie Massó e Ray Reyes, foram os porto-riquenhos cantores e dançarinos da formação de maior sucesso do grupo Menudo – a primeira boy band que foi febre mundial entre crianças e o público juvenil.
No Brasil, o auge foi em 1984, quando eles venderam 1,5 milhão de discos. Ao longo de 20 anos de existência e diversas formações, as vendas alcançaram 20 milhões de cópias.
Na onda do sucesso, foram surgindo vários produtos com o Menudo, desde pôsteres em bancas de jornais até chicletes. As adolescentes de todo o Brasil trocavam figurinhas do grupo e os pais gastavam dinheiro com cada produto novo que surgia só para satisfazê-las. Do quinteto que fez parte da principal formação do grupo, apenas Rick Martin ainda se mantém nos holofotes.
O tempo passou e a paixão de muitas meninas pelo grupo ainda se mantém firme e forte. É o caso das organizadoras do fã-clube Menudo Brasil: Ana Carla de Toledo, Ana Lúcia Soave, Andréa Regina Leite e Edna Ikeda. Batemos um papinho e elas falam sobre esse amor pelo os porto-riquenhos.

1 – Como surgiu a idéia do fã-clube? Como vocês se conheceram?
(Analú) Eu e a Cacaia nos conhecemos em 2000, nos “achamos” em um site do Menudo. Depois, conhecemos a Edna, no carnaval de 2001, e logo a Déia. Criamos o site e o fã-clube Ricky Martin Brasil. No site do Ricky sempre colocávamos algo do Menudo e as
pessoas acabavam pedindo mais. Resolvemos então criar o Menudo Brasil e, para nossa surpresa, foi um sucesso, maior que o do Ricky. O fã-clube surgiu a partir de alguns pedidos de outras fãs que estavam interessadas em materiais, informações do grupo e de suas carreiras atuais.

2 – Como funciona o fã-clube? Quantos são os associados?
(Analú) Temos 26 sócios. O FC é um ponto de encontro dos fãs. Nós divulgamos o que está acontecendo com os integrantes. Também organizamos encontros. Há uma taxa mensal para manutenção.

3 – O grupo não faz sucesso há muito tempo, como vocês ainda conseguem manter esta paixão?
(Cacaia) Acredito que mantenho essa paixão por causa do momento em que lá chegou, eu era criança, tinha 10 anos de idade e o Menudo era uma mistura de sentimentos bons para mim, Alegria, felicidade, paixão etc. É como lembrar da avó, do circo, do palhaço, da pipoca, do algodão doce, do filme dos Trapalhões… são lembranças e paixões que a gente sempre vai manter acesa, pois apareceram em um tempo de inocência onde víamos
tudo colorido.
(Analú) A paixão amadureceu. Nunca esqueci, todas as vezes que voltaram, eu comprei o disco e revistas. Continuei minha vida sem eles, mas em um determinado momento, houve um “reencuentro”. Eu tive minha grande recaída em 1997, em uma viagem ao México. Encontrei por acaso um CD do Robi; quando peguei o CD na mão, todas as lembranças do Menudo vieram a minha cabeça em segundos. Foi então que tive aquele “estalo”: “eles ainda existem” e procurei o que pude sobre eles por lá. Em 98, surgiu o Reencuentro e a Internet ajudou muito. Hoje, há muitas listas de discussão sobre o Menudo e seus integrantes. Mas, o mais importante para manter a paixão é não viver só do passado, é ver que eles também cresceram e têm algo que oferecer. Na verdade, acho que já estou no estágio de “amor incondicional”.
(Déia) Sei lá… Foi algo que marcou nossa adolescência, que nos traz boas lembranças e estamos sempre falando deles, procurando notícias etc.
(Edna) É uma paixão de adolescência que nasceu pura, sem drogas. E para mim se manterá eternamente. É paixão!!!

4 – Qual é a faixa etária de quem faz parte do fã-clube?
Creio que é dos 28 em diante…

5 – Como as pessoas reagem ao saber que são fãs de um grupo que fez sucesso nos anos 80 e nunca mais teve notoriedade? Rola muita brincadeirinha chata?
(Cacaia)
Nada! Quando descobrem sempre rola uma “não se reprima” (risos), mas as pessoas ficam surpresas!!
(Analú) Muita gente pergunta se eles ainda existem. Brincadeira rola sim, mas há muito mais curiosidade em saber como estão.
(Déia) Tem pessoas que acham o maior barato, outras estranham, mas depois acostumam, pq no final eram “mais ou menos fãs” deles. As brincadeiras chatas rolam sim, mas “eu” especificamente, costumo dar uma resposta de atravessado e aí ninguém se atreve a falar mais nenhuma besteira.
(Edna) Geralmente quando são pessoas conhecidas elas nos apóiam por ter essa paixão que nunca se apaga, mas quando são pessoas desconhecidas a maioria faz brincadeiras chatas sim, como: você ainda gosta dos “peludos”??? “Isso” ainda existe???

6 – Como era ser uma fã do Menudo em pleno anos 80 quando havia toda aquela loucura em torno deles?
(Cacaia) Era uma loucura. Impossível chegar perto! Pensava-se em Menudo 24 horas por dia. Lembro que na escola (4ª série) a gente ficava olhando o céu para ver se eles chegavam de avião… E cada avião que passava era uma gritaria (risos).
(Analú) Eu era mais calma que hoje, rs. Mas não perdia um programa de TV, uma revista.
(Déia) Muito bom, fiz amizades, tive uma adolescência saudável e me diverti muito.
(Edna) Para mim era uma emoção que saia do coração, alegria, emoção, força para ir atrás, chorava, gritava, eu estava viva. A recompensa era poder vê-los mesmo de longe ou atrás de uma parede de vidro.

7 – O grupo veio várias vezes ao país fazer mega-shows, você estiveram em algum deles? Como foi?
(Cacaia) estive em dois shows… Em 1985 na cidade de Cuiabá onde nasci e morava e em 1987 em São Paulo. Não preciso dizer que foram os melhores shows da minha vida, não é? Parecia um sonho!
(Analú) Estive no show de março de 1985, no Morumbi. O famoso show de 200.000 pessoas. Foi maravilhoso, apesar do atraso e da chuva. Ah, e na Despedida do Reencuentro em Porto Rico, em 99. Chorei até me acabar.
(Déia) estive em 2 shows.
(Edna) Eu estive em alguns deles, eu chegava cedo e ficava na fila o dia inteiro com amigas. Eram garotas e garotos que se perdiam de vista, muitos deles com roupas características, muitos broches e fotos. A apresentação era tudo o que eu queria ver, os cinco ídolos cantando e dançando as minhas músicas preferidas, eram como diamantes reluzindo. A cada show que eu ia era um sonho realizado e até hoje nada se compara com os momentos que eu passei naquela época.

8 – Vocês mantém contato com algum integrante através de e- mail,telefone?
Com alguns: Charlie, Ray, Roy, Fernando, Rawy e Robert.

9 – O grupo Menudo praticamente iniciou a série de “boys band” que se formaram por todos estes anos. O que vocês acham disso?
(Cacaia) é gratificante. Uma fórmula que hoje em dia ainda dá certo!
(Analú) O Menudo explorou a adolescência e mostrou que era um campo muito rentável. Acho que todo mundo tem que ter um ídolo adolescente, faz bem para a saúde e para a cabeça.
(Déia) O máximo! Só espero que todos reconheçam isso.
(Edna) Para mim é ótimo saber que o Menudo foi um dos pioneiros.

10 – O único dos integrantes antigos que ainda faz sucesso é o Ricky Martin. Por que vocês acham que os outros perderam o espaço?
É uma questão de momento! O Ricky tem “estrela”, nasceu para o palco e é extremamente competente no que faz. Os outros garotos também são competentes, mas acredito que faltou um pouco de estrela, de acreditarem que era possível recomeçar um sonho. Todos tiveram seus momentos difíceis ao sair do grupo, um esquecimento por parte do público, dos empresários e da imprensa. Tinham que continuar e para isso tinham que recomeçar. E o Ricky foi o único que aceitou esse desafio. Mas, apesar disso, os outros ex-integrantes não perderam espaço, os que se lançaram para a carreira artística fazem sucesso em seus respectivos países, uns como cantores, outros atores e alguns como cantores e atores como é o caso do Charlie Masso. Robi Dräco, na época como Robby, é veneradíssimo em Porto Rico.

11 – Alguma de vocês já esteve com algum deles, como foi?
(Cacaia) Sim. Com o Roy. Foi maravilhoso, quase morri….Ele é muito fofo e muito simpático.
(Analú) Eu estive com Charlie, Ray, Ricky Meléndez, Johnny, Miguel e René em Porto Rico, em 1999, para o show do Reencuentro. Nessa viagem também encontrei o Roy e o Rawy. Estive com o Roy outras vezes aqui no Brasil. Em 2000, conheci o Ricky Martin na Inglaterra. Este ano, eu e a Edna fomos a Porto Rico passar férias. Encontramos o Charlie, o Ray, o Roy, o Fernando, o Nefty (irmão do Fernando) e o Rawy. Não há palavras para descrever a emoção. Foram tantos anos esperando. Houve um tempo que eu achava que nunca mais realizaria meu sonho.
(Déia) só com o Roy.
(Edna) Já estive com o Fernando, Nefty, Roy, Charlie, Ray, Sergio, Robert, Rubén, Rawy e Angelo. Todos foram muito simpáticos. Se comparar as duas épocas, na década de 80 era apenas uma fã com seu ídolo, foto e autógrafo. No tempo atual é mais um encontro de amigos com conversa, claro que não pode faltar a foto para registrar o momento especial.

12 – O grupo teve quantas formações? Qual vocês consideram ser a melhor?
(Cacaia) A que fez o maior sucesso foi Charlie, Ray, Roy, Robby e o Ricky Martin, mas a que eu mais gostei foi com o Charlie, Robby, Ricky Martin, Raymond e Sérgio, em 1986.
(Analú) A cada mudança de integrante era uma formação diferente que fez sucesso em locais diferentes. Para mim, a melhor formação é Charlie, Ray/Raymond, Ricky Martin, Roy, Sergio e Robby.
(Déia) formação de 85: Ray, Roy, Charlie, Robi e Ricky Martin.
(Edna) Quando um integrante saía outro entrava então não tinha uma formação específica, mas havia a formação quando eles visitavam um determinado país. Para mim a formação que eu gostava mais era Charlie, Robby, Roy, Ricky e Raymond.

13 – E da mudança de Menudo para MDO, o que vocês acham?
(Cacaia) Uma evolução… Adoro MDO! O Menudo acompanhou todas as fases de minha vida, pois foi evoluindo musicalmente, as coreografias são atuais e os membros mais adultos.
(Analú) Foi uma evolução normal; depois de 20 anos, o grupo mudou. O MDO é um grupo pop e tb conquistou seu espaço. Eu gosto bastante.
(Déia) uma estratégia p/ manter o grupo mais parecido com as boys band atuais
(Edna) Eu não pude acompanhar essa mudança, mas após o conhecimento eu achei uma boa idéia porque tudo evolui e se transforma.


14 – Vocês sabem o paradeiro de Ray, Charlie, Roy e Robby?

O Robby, hoje Robi Draco Rosa é compositor, produtor, pintor e cantor. Produziu 04 Cds do Ricky Martin e foi o responsável pelos sucessos como “Maria”, “La copa de la vida” e “Livin la vida loca”. Produziu também cds do Julio Iglesias e da cantora Porto Riquenha Edinita Nazarro. Gravou 04 Cds solo e está para lançar o seu mais recente CD “Mal de
Amores”. Casou-se com a atriz Ângela Alvarado e tem dois filhos: Revel e Redamo. Para maiores informações sobre os trabalhos deste ex-menudo consulte o site www.phantomvox.com.
Charlie: no momento está apresentando um programa de TV, chamado Pasaporte TV. Já gravou vários discos (o último no ano passado) e fez novela (Gata Selvagem vai passar no Brasil em novembro).
Roy: hj é corretor de imóveis.
Ray: é produtor musical. Participou por 7 anos do Proyecto M, um grupo pop formado com Johnny e René e teve muito sucesso na América Latina.

15 – Vocês planejam trazê-los para o show “Reencuentro”, a quantas andam as negociações?
É o nosso maior sonho… Mas não depende somente de nós… Não somos empresárias…rs. O que eles precisam é de alguém interessado em investir no show. A nossa parte fazemos. Podem ter certeza que, se eles vierem, vamos recebê-los com muita festa. Eles precisam de um investidor, se alguém se interessar…

16 – Quais deles viriam para o show? Onde seria?
A princípio, seriam Charlie, Ray, Roy, Sergio e Raymond.

17 – Muita gente nem sabe o que foi o Menudo. Vocês acham que ainda existem muito fãs espalhados pelo Brasil?
(Cacaia) O pessoal da década de 80 com certeza sabe quem é o Menudo. Eles têm muitos fãs espalhados pelo Brasil e muitos deles são homens. Mas acredito que mesmo quem não continua sendo fã tem uma curiosidade de saber sobre eles, devido ao enorme sucesso que o grupo fez em terras brasileiras.
(Analú) Onde estão as 200.000 pessoas que lotaram o Morumbi???? Com certeza, a grande maioria gostaria de vê-los novamente. “Menudo” é uma palavra mágica, mesmo que você não seja mais uma fã, qdo ouvir o nome do grupo, vai ficar com vontade de rever suas pastas, ouvir suas músicas. Foi uma época muito boa para todos. Os fãs estão “adormecidos” e precisam acordar.
(Déia) existe sim, muitas estão escondidas ou se acham as últimas fãs do planeta,
só faltam descobrirem que existem milhares por aí tb.
(Edna) Existem fãs espalhadas pelo Brasil e muitas adormecidas. Além de que muitas pessoas não possuem computadores e nem sabem o que é Internet.

18 – O que você acham da festa especial Menudos que a Trash 80’s vai promover?
(Cacaia) Muito feliz a idéia da festa, o Menudo foi o grupo de maior sucesso nos anos 80´s, e isso é inegável. Falar em anos 80 é falar em Menudo. Portanto a festa de especial do Menudo vai ser a cara do Trash 80´s.
(Analú) Uma oportunidade maravilhosa para poder mostrar que o Menudo realmente marcou época e reviver essa época.
(Déia) Muito 10! Devia ter sempre.
(Edna) É um espaço que muitas fãs estavam esperando e vamos “arrebentar a boca do balão”…rs

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
60 comentários
  1. Oiee, eu amei a matéria e o fã-clube!! Como posso me associar a vcs ?? Adorooo os Menudos.

    Bjo grande Henri

    dialog
    Henriette Alves comentou em 2 de junho de 2009 às 1:06 Responder
  2. Gostaria de saber se vcs tem algum clip do menudo, do show que eles fizeram aqui em santos na vila belmiro, nos anos 80, fui nesse show e foi dez, um abraço à todos

    dialog
    Maria Borges comentou em 22 de agosto de 2009 às 8:57 Responder
  3. Olá, comecei a usar a Internet há 01 mês e a primeira coisa que pesquisei foi sobre o grupo Menudo. Que nostalgia, que tristeza e ao mesmo tempo que felicidade em saber que eles existem, estão vivos, isso é o que importa! Vocês têm alguma informação atual sobre o Ray? E este fã- club, ainda existe? Um abraço,e obrigada pela oportunidade.

    dialog
    Maria do Carmo comentou em 5 de setembro de 2009 às 16:09 Responder
  4. eu quero toda musica do menudo bjo

    dialog
    jurandi alves de oli comentou em 20 de setembro de 2009 às 14:50 Responder
  5. eu quero sabre tudo menudo sabre musica do menudo bjo

    dialog
    jurandi alves de oli comentou em 20 de setembro de 2009 às 14:53 Responder

Comente