Era uma vez…

Data: Aproximadamente agosto de 2001
Local:
Escritório do site FiberOnline
Personagem 1: Eneas Neto, 36, ex proprietário da gravadora Cri Du Chat, webmaster e criador do site FiberOnline, especializado em música eletrônica de vanguarda.
Personagem 2: Tonyy, 39, DJ há 18 anos, editor do site FiberOnline.
Cena: Eneas ouve no último volume “Magic” de Olivia Newton-John. Segue o diálogo:

Tonyy: “Putz! Isso é horrível!”
Eneas: “Você não gosta?”
Tonyy: “Muito pelo contrário: adoro!”
Eneas: “Hehehehe”

(…)

Data: Aproximadamente setembro de 2001
Local: Escritório do site FiberOnline
Personagem 1: Eneas Neto
Personagem 2: Tonyy
Cena: Tonyy ouve no último volume “Menina Veneno” de Ritchie. Segue o diálogo:

Eneas: “Tá atacado hoje?”
Tonyy: “Hehehehe”

(…)

Data: Aproximadamente outubro de 2001
Local: Escritório do site FiberOnline
Personagem 1: Eneas Neto
Personagem 2: Tonyy
Cena: Tonyy e Eneas ouvem no último volume “Lost In Love” do Air Suply. Segue o diálogo:

Eneas: “– Que tal se a gente fizesse uma festa só prá tocar essas “trasheiras” (sic) dos anos 80?”
Tonyy: “Ótima idéia!”

(…)

Data: Aproximadamente novembro de 2001
Local: Escritório do site FiberOnline
Personagem 1: Eneas Neto
Personagem 2: Tonyy
Cena: Tonyy e Eneas ouvem no último volume “I Like Chopin” do Gazebo. Segue o diálogo:

Eneas: “– Já pensou num lugar pra fazer a festa?”
Tonyy: “– Ainda não. Tem que ser um lugar decadente, porém fino. Kitsch mesmo! E tem que ser de sábado…”
Eneas: “– Vamos ver isso logo!”
Tonyy: “– Ok!”

(…)

Data: 4 de maio de 2002
Local: Bar D’Hotel Cambridge
Cena: Estréia da festa Trash 80′s
Personagens: Os DJs Binho “Digital B.”, Eneas Neto e Tonyy… e mais quase 300 pessoas pessoas dançando e rindo muito a noite inteira com um repertório kitsch/pop/brega na estréia da festa “Trash 80′s” dos anos 80. Músicas que em outros tempos quase todos tinham “vergonha” de sequer dizer que escutavam, mas nessa noite, cantaram junto enquanto pulavam…

Desde então, se repete ininterruptamente, todos os sábados!

“… – Na Trash a gente toca o “trash” divertido, kitsch… coisas que superaram o limite do pop por terem sido executadas à exaustão… exageros… coisas bregas… mas raramente coisas totalmente “ruins”ou de mal gosto no sentido pejorativo… como axé “sexista”, “bunda” music, sertanejo, etc… esse tipo de música nunca tocaríamos…

Mas rir das maquiagens exageradas… dos “mullets”… dos clipes de “heavy baba” com limusines e loiras peitudas… das sexualidade enrustida das robôs em cenários de neon… do romantismo brega de artistas “new romantic” como Spandau Ballet… da explosão da gay music de Right Said Fred, Erasure, etc… do surgimento das boys ‘bands… do humor bobo e até inocente da new wave brasileira… da postura de perua cheia de balagandans que Madonna & Cindy Lauper tinham no começo de suas carreiras… da latinidade brega do
Miami Bass… da estupidez ( no bom sentido…) de alguns hits infantis… da cafonice de versões em português… do olhar abobalhado de Olívia Newton-John & John Travolta… da putaria escancarada no gemidos de “French Kiss”… da “cara de macho” que Michael Jackson e George Michael faziam… da cafonice insuperável do Abba… sim babe… a gente RI MUITO disso tudo !

E ao mesmo tempo, a gente mexe com emoções de infância ou adolescência de grande parte do público, que nos anos 80 eram crianças e tinham “He-Man” como herói !…. ou choraram quando Xuxa cantou a morte do “cãozinho Xuxo”…

O pop dos anos 80, apesar dos seus exageros e muitas vezes do seu gosto duvidoso, kitsch mesmo, é anos-luz mais inteligente, divertido e realmente MELHOR em todos os sentidos do que muita coisa pop que surgiu depois…

Para mim, para o Eneas, e para muitos outros que tem nossa idade (eu tenho 39 e o Eneas tem 36) , a Trash acaba sendo também um encontro saudosista… e é nesse momento que rola uma “auto gozação”… é nessa hora que admitimos que corria uma lágrima bem discreta no canto dos olhos quando o vocalista do The Cars dizia “- Who’s gonna drive you home… tonight…? “…

Acho que apenas deixamos de fora dos nossos sets coisas que consideramos realmente sérias…”

DJ Tonyy

Gostou? Veja também:
Comente no Facebook
Comente